Skip to content

“Sobre as asas brancas da arte, sente o homem o que ele é e esquece-se do que tem….”

maio 24, 2010
grupo Percutindo Mundos

Apresentação do grupo Percutindo Mundos

Leitura performática do poeta Flávio Viegas Amoreira

Leitura performática do poeta Flávio Viegas Amoreira

A abertura do Estúdio Valongo vem ao encontro dos ideais de coletividade de todos nós artistas residentes. Na tarde de inauguração tivemos a oportunidade de reunir os amigos, famílias, apreciar trabalhos, ouvir música, poesia, discutir idéias e mostrar o conhecimento que só a arte pode proporcionar a todo o público que lá esteve.

Buscamos juntos construir um espaço coletivo que tenha o melhor de cada um, nessa busca, a arte é a linha condutora de conhecimento, que proporcionará a ampliação da visão individual para a coletiva, o cessar do ruído para a apreciação do silêncio, o encontro do finito inserido no infinito . “Sobre as asas brancas da arte, sente o homem o que ele é e esquece-se do que tem….” Humberto Hoyden

O ideal de na arte proporcionar a humanização do ser, permeia o espírito do Estúdio Valongo.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: