Skip to content

Três no Estúdio

agosto 18, 2011

O Estúdio Valongo inaugura dia 3 de setembro a exposição “ Três no Estúdio”. A coletiva é reúne trabalhos de Matheus Giavarotti e Anderson Rei, ambos artistas residentes em São Paulo e a artista santista Joyce Farias.

Dentro de sua proposta de aproximar as produções desenvolvidas por artistas de São Paulo e Santos em exposições conjuntas nessa mostra o Estúdio Valongo apresenta a produção de três artistas visuais e arte educadores.

Três no Estúdio

abertura: 3/9, 15:00  —  visitação: 3/9 –  24/9
horário: segunda, quarta e sexta, das 14h às 17h — outros horários, com agendamento prévio
R. Visconde de Vergueiro, nº 6 – sobreloja – Centro – Santos/SP
www.estudiovalongo.org  |  contato@estudiovalongo.org
(13) 8148-7348 – 8141-6395 – 7811-7405

ENTRADA GRATUITA


Matheus Giavarotti
e Anderson Rei criaram no ano de 2009 a # (lê-se tralha) audiovisual. A partir de experiências na produção de instalações, vídeos, criação de DVDs, colagens em espaços públicos, oficinas artistico-educativas, e diversos trabalhos de arte interativos. O coletivo tem no estudo da mídia seu foco de interesse, e nas possibilidades da relação entre palavras e imagens sua linguagem. Em suas propostas, há sempre um elemento de interação entre obra e público que refaz a obra em si. Com o uso de colagens em grande formato e projeções de imagens e de vídeo seus trabalhos acabam por criar ambientes imersivos, elaborados em colaboração com o público.

O trabalho que será apresentado pelo #  no Estúdio valongo  será um painel em grande formato produzido a partir de colagens de imagens fotográficas, textos e da sobreposições de imagens gráficas com a técnica do estêncil. Composto por 12 módulos quadrados de 91,5 x 91,5 cm o trabalho condensará as recentes experiências realizadas com a colaboração do público.

 
Joyce Farias apresentará a série Era Uma Vez, constituída por desenhos que brincam com a fascinação, fragilidade e preservação dos livros. O suporte se liberta da sua primeira função e assume em composições – cenários ou personagens destituídos de qualquer cronologia. Circundam  um imaginário lírico, que gera por um lado questionamentos sobre nossa realidade e das nossas relações humanas; e do outro, nos revela um espaço fantástico do romance, da ficção, do pesadelo, de uma  realidade atemporal, que permite manipular múltiplas situações comedidas do íntimo humano.

Ainda se trata das mesmas discussões do tormento da jornada humana: raça, sexualidade, gênero, violência e identidade. As figuras que povoam as páginas dos livros se apresentam quase caricatos, ou, quase fragmentados, esses personagens recebem do azul tímido ao vermelho agressivo, do traço quase apagado ao contorno intenso. Heróis e heroínas anônimos se reinventando nas questões acerca da existência: as paixões, as desgraças, a solidão, as guerras, as dores, os desejos, enfim, a vida.

 Anderson Rei  é artista visual e educador, integrou o Espaço Coringa e realizou através desta iniciativa coletiva projetos artísticos de intervenção e interação urbana em espaços públicos e instituicões culturais. Fundou em 2004 a Associação Cultural Jatobá – AJA criada com o intuito de desenvolver que aliem ações cooperativas e a construção de conhecimento comum através do fazer artístico e do debate coletivo. Como educador desenvolveu o cursos que abordam a questão da imagem reprodutiva e suas interfaces com a imagem videográficas.

 Matheus Giavarotti  é Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP onde realizou pesquisa sobre processos criativos coletivos e graduado em Licenciatura em Educação Artística pela FAAP em 1998. Fundou e integrou o Espaço Coringa. Atua como designer gráfico desde 1996. Lecionou em escolas de educação infantil e ONG ́s como arte-educador e coordenou o curso de Artes Visuais na Universidade Camilo Castelo Branco – Unicastelo. Atualmente lecionar a disciplina de Artes Visuais no ensino fundamental em escolas.  É associado fundador da Associação Cultural Jatobá, onde participa e coordena diversos projetos de arte e cultura. Desenvolve pesquisa em pintura mural, arte pública, vídeo e instalação propondo trabalhos que interagem diferentes saberes e mídias.

Joyce Farias é pós graduanda em Patrimônio Cultural, Memória e Preservação (UNISANTA); formada em Educação Artística /Licenciatura plena em Artes plásticas pela Universidade Santa Cecília (Unisanta – Santos); Curso de extensão em Cultura Africana pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo(PUC-SP);. Desde 2006 integra o Grupo de Gravura Mariana Quito (Secult /Santos-SP). Trabalhou em projetos culturais na área de pesquisa – site Portogente – link: Mar de sonhos ( sobre cultura japonesa) e Mostra de Africanidades realizada no Estação da Cidadania em Santos. Atualmente ministra curso de desenho artístico das Oficinas Culturais na Secretaria de Cultura Municipal de Santos (Secult).

A mostra será inaugurada dia 03 de setembro, às 15h. As 16h haverá um bate papo com os artistas.  A mostra pode ser visitada até o dia 24 de setembro nos horários e dias de funcionamento do Estúdio que poderão ser consultados no site www.estudiovalongo.org


Anúncios
One Comment leave one →
  1. Elizabete permalink
    agosto 30, 2011 2:01 am

    Olá Joyce, me desculpa pela demora da resposta. Achei bárbaro, parabéns!
    Vamos divulgar entre os jovens do Cejuv para juntos prestigiarmos a exposição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: